Publicado em: 12/08/2021 às 13:00:00 Autor: Pamela Rodrigues Rinaldi / Assessoria de Comunicação

As queimadas urbanas prejudicam a população principalmente em períodos de estiagem, como o que ocorre neste momento, e são consideradas perante a legislação vigente como crime ambiental.

Mesmo sendo nociva ao meio ambiente e a saúde, essa prática continua em crescente aumento em nossa cidade, e é no período de estiagem que os focos de queimada acabam aumentando demasiadamente.

Queimar qualquer coisa, (inclusive canteiro central) gerando poluição que cause danos à saúde, é ilegal. Nem mesmo em quintal não se deve fazer queimadas de galhos secos e folhas, pois, tal ato prejudica a atmosfera, que é um bem da comunidade – bem difuso. A fumaça é danosa, pois contém partículas, gases e substâncias que provocam irritação dos olhos, da pele, das vias aéreas e até podem causar câncer. Portadores de doenças respiratórias, crianças e idosos são os que mais sofrem com os efeitos nocivos das queimadas.

A Secretaria do Meio Ambiente salienta que a “mudança de atitude só acontece quando compreendemos que podemos eliminar costumes que nos prejudicam deste modo, evoluiremos como cidadãos conscientes dos deveres e desvincularemos a prática das queimadas de uma herança cultural”.

Notícias relacionadas

25/11/2021

AQUISIÇÃO DE PRENSA HIDRÁULICA EM NOVA LACERDA

Visualizar Notícia

11/11/2021

2º MESA REDONDA: ATENDIMENTO DAS PESSOAS SURDAS P...

Visualizar Notícia

27/09/2021

SECRETARIA DE MEIO AMBIENTE REALIZA DISTRIBUIÇÃO...

Visualizar Notícia

13/09/2021

1° RAPEL CASCATA UIRAPURU 2021 - NOVA LACERDA

Visualizar Notícia